Passageiro e motociclista de app ficam em estado grave após serem atropelados por jovem sem CNH embriagada no AC; VÍDEO


Adolescente de 16 anos pegou carro escondido dos pais e dirigia pela contramão na Estrada Dias Martins, em Rio Branco, quando bateu de frente contra moto. Acidente ocorreu nessa sexta-feira (8). Passageiro teve traumatismo craniano e está na UTI do PS. Acidente ocorreu nessa sexta-feira (8) na Estrada Dias Martins, em Rio Branco
Um motociclista de aplicativo de 24 anos e o passageiro de 20 anos ficaram gravemente feridos após um carro, que seguia na contramão, bater de frente com a moto que eles estavam nessa sexta-feira (8), na Estrada Dias Martins, em Rio Branco. O carro era conduzido por uma adolescente de 16 anos, que estava com sinais de embriaguez. Um vídeo de câmeras de segurança mostrou o momento da colisão. (veja acima)
A informação é que a menina pegou o carro dos pais escondido e causou o grave acidente. À polícia, ela informou que tinha deixado uma amiga em casa, no Conjunto Mariana, e acabou entrando na contramão, no sentido bairro-centro, quando bateu de frente com a motocicleta.
Os dois rapazes que estavam na moto foram atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados ao Pronto Socorro de Rio Branco. O passageiro, Mauro Gomes de Freitas Neto, de 20 anos, foi o que ficou em estado mais grave. Ele sofreu um traumatismo craniano, afundamento de crânio, fratura na bacia e no fêmur da perna esquerda e está na UTI do PS.
Acidente ocorreu nessa sexta-feira (8) na Estrada Dias Martins, em Rio Branco
Reprodução
Já o motociclista, Felipe Moreira da Silva, de 24 anos, teve a perna esquerda dilacerada, forte pancada na cabeça e hematoma no olho esquerdo. Ele está internado na enfermaria do Pronto Socorro.
Conforme relatório policial, a adolescente que conduzia o carro não quis fazer o teste de bafômetro, mas foi constatado que ela estava sob efeito de álcool, pois apresentava olhos vermelhos, sonolência, odor de álcool no hálito, e andava cambaleando. Ela e o veículo foram levados à Delegacia de Flagrantes para os devidos procedimentos e depois liberada com a presença do pai.
Passageiro e motociclista de app ficam em estado grave após serem atropelados por jovem sem CNH
Arquivo pessoal
Sem identificação
O jovem Mauro Gomes de Freitas Neto foi levado ao PS sem identificação. A família ficou sem notícias do paradeiro dele por cerca de 12 horas. Foi somente após uma enfermeira conseguir pegar o contato do pai dele pelo celular que estava com o jovem que a família recebeu a informação de que ele estava na UTI da unidade.
A tia dele, Katiane Miranda, contou que o jovem trabalha como DJ e voltava de um trabalho para casa quando sofreu o acidente. Ela disse que o estado de saúde dele é gravíssimo e que agora estão em orações por sua recuperação.
“A gente só soube depois de 12h, porque ele chegou lá sem identificação. A documentação dele foi achada à noite na delegacia, quando minha irmã foi registrar o boletim de ocorrência. A família da moça sumiu, uma enfermeira pegou o celular dele, viu o nome do pai dele e ligou. Quando soubemos, fomos todos para lá. Ele está em estado muito grave, teve traumatismo, o fêmur está muito afetado. Tem que repor três litros de sangue. Agora é orar, vamos ter fé”, afirmou a tia.
A mulher do motociclista Silva, Géssila Silva, disse que ele trabalhava com moto de aplicativo e estava fazendo uma corrida quando se acidentou. “O trabalho dele era esse, a gente mora de aluguel e só ele trabalha. Ele está no hospital, na enfermaria. Ela estava na contramão, tem 16 anos. O pai dela foi no hospital visitar meu marido e disse que ela pegou o carro escondido deles e aconteceu isso, que soube quando ela ligou avisando que tinha batido o carro.”
Reveja os telejornais do Acre
Adicionar aos favoritos o Link permanente.