‘Tínhamos água no peito’, diz mulher que ajudou a resgatar idosos em asilo de Angra dos Reis


Ana Peralta havia acabado de deixar sua casa por conta da inundação quando percebeu que a correnteza estava invadindo o asilo. Dois idosos morreram. Outros 25 foram para um abrigo. Imagem deste sábado (9) de asilo alagado após chuva forte em Angra dos Reis
TV Rio Sul
Uma mulher que mora próximo ao asilo tomado pela água no bairro Bracuí, em Angra dos Reis (RJ), ajudou a resgatar os idosos que vivem na instituição. Segundo a Defesa Civil, dos 27 socorridos, dois morreram. A causa provável das mortes foi afogamento. Os outros 25 foram levados para um abrigo municipal no bairro Frade neste sábado (9).
Ana Peralta estava em casa quando a água começou a invadir a sua residência e chegar na altura da cintura. Com medo, ela optou por deixar o local e ir para um outro ponto mais seguro.
Moradora e funcionário de asilo relembram momentos de tensão após chuva invadir asilo
No caminho, Ana percebeu que a forte correnteza estava invadindo o asilo e decidiu ajudar os idosos que lá moram.
“Eles foram arrastados em uma palmeira, segurando nela, e eu fiquei em outra árvore. Aí, veio o bombeiro e tirou a gente. Fiquei colada no muro ajudando os idosos. Havia muitos idosos sem roupa e a gente embaixo da chuva, porque já tínhamos água no peito por várias horas. A gente tentou pular no muro com os velhinhos. Aí, chegou os vizinhos e os bombeiros colocando um bote e conseguiram tirar”, disse Ana.
“A água chegou na altura do pescoço. Eu mesmo não consegui pular o muro porque [a água] me jogou aqui pra dentro [uma área à frente do asilo]. Foi uma catástrofe, como vocês estão vendo. Perdemos tudo”, contou um funcionário do asilo.
Funcionário de asilo em Angra dos Reis mostra altura que a água chegou
TV Rio Sul
Antes de serem levados para o abrigo, Ana e os idosos foram acolhidos por um vizinho.
“Todos [os idosos] estão em segurança, sendo tratados, alimentados e estão sendo cuidados pela Saúde, sendo já atendidos. Tudo no conforme, como o cronograma básico passado pela prefeitura, tudo certinho”, afirmou o funcionário do asilo.
Mais de 300 desabrigados
Asfalto em área de condomínio cede após chuva forte em Angra dos Reis
As fortes chuvas começaram na noite de sexta-feira (8). Combinado com o aumento da maré, o temporal provocou uma inundação no Bracuí após o rio que leva o nome do bairro transbordar.
O útimo boletim divulgado pela prefeitura, às 10h20 deste sábado, informou que 312 pessoas ficaram desabrigadas e foram levadas para duas escolas municipais.
O município registrou 250 milímetros de chuva em apenas 24 horas. Segundo a Defesa Civil, este era o volume esperado para todo o mês de dezembro.
Veja onde fica a região afetada pela inundação em Angra dos Reis (RJ).
Ighor Costa – Arte/g1
O alto volume de chuvas e a maré cheia provocaram a inundação do Rio Bracuí, que passa pelo bairro. A água atingiu a marca de três metros de altura em alguns pontos.
O secretário da Defesa Civil do município, Fábio Junior, explicou que as equipes trabalham na remoção de moradores e na avaliação dos riscos.
Foi necessária a utilização de barcos e cordas para o resgate de idosos, crianças, animais de estimação e pessoas em situação de vulnerabilidade.
Rio Bracuí transborda e deixa mais de 260 desabrigados em Angra dos Reis
Alex Mafort/TV Rio Sul
Siga o g1: Instagram | Canal no WhatsApp
VÍDEOS: as notícias que foram ao ar na TV Rio Sul
Adicionar aos favoritos o Link permanente.