2ª fase da Unesp 2024: prova bem feita e de nível médio, avaliam professores de cursinhos


Candidatos responderam 24 questões nas áreas história, geografia, humanidades, biologia, química, física e matemática. Nesta segunda (11) eles encaram prova de linguagens e redação. Vestibular da Unesp
IGOR DO VALE/ESTADÃO CONTEÚDO
O primeiro dia da 2ª fase do vestibular da Universidade Estadual Paulista (Unesp) não fugiu do tradicional da prova. Segundo os professores ouvidos pelo g1, o exame foi muito bem escrito e conseguiu abranger temas importantes em diversas disciplinas, apenar do número de questões reduzido.
📲 VESTIBULOU: clique aqui para entrar na comunidade do g1 sobre vestibular
No domingo (10), os candidatos responderam 24 questões nas áreas história, geografia, humanidades, biologia, química, física e matemática. (Veja abaixo a análise das questões por disciplina.)
“Foram abordados assuntos bastante estudados apesar da dificuldade em se abranger tudo em poucas questões em algumas disciplinas, a prova foi bastante abrangente, interessante e bem trabalhada”, disse Wander Azanha, diretor pedagógico do Curso Pré-Vestibular Oficina do Estudante de Campinas (SP).
Diretor de curso pré-vestibular analisa questões da primeira prova da 2ª fase da Unesp
Nesta segunda-feira (11), os estudantes voltam para os locais de prova para responder 12 questões dissertativas da área de linguagens e escrever a redação.
O exame será aplicado em 35 cidades, dentro e fora do estado de São Paulo. Os portões serão fechados às 14h e a prova terá 5 horas de duração.
Às 20h, os vestibulandos poderão conferir os cadernos de questões no site da Vunesp. O resultado final do processo seletivo será divulgado em 31 de janeiro de 2024.
LEIA TAMBÉM:
Redação da Unesp 2024: veja dicas para arrasar e ter uma boa nota
Unesp 2024: 2ª fase tem ditadura argentina, ‘democracia racial’ e simetria do caramujo; veja temas
Análise da prova
Movimentação de estudantes antes da 2ª fase da Unesp em Araraquara
Esdras Pereira/g1
Veja abaixo a análise da prova feita pelos professores do Curso e Colégio Oficina do Estudante de Campinas (SP).
Geografia
A professora Rafaela Locali classificou a prova como ‘boa e de nível médio’, exigindo um conhecimento muito importante sobre o Brasil.
“Foram três questões específicas sobre geografia do Brasil e apenas uma sobre geografia geral. E abordou temas clássicos, o que já era esperado da Unesp, como população, domínios morfoclimáticos, parte física, parte de energia e uma sobre atualidades, que falou sobre o deslizamento de terra que teve no litoral norte de São Paulo, em fevereiro”, disse.
“Tivemos perguntas com o comando muito claro, objetivo e tranquilo, que não deixou dúvidas no aluno do que era pedido, e observamos que não foram pedidas muitas respostas em uma só questão. Isso é muito legal o vestibular da Unesp. No mais, uma prova muito boa e muito bonita. Só mesmo nos surpreendeu um pouco de ser só Brasil e não tão geografia geral. Mas, no geral, nível médio e muito interessante, bem abrangente e exigiu do candidato um conhecimento importante sobre o Brasil, foi bem legal”, acrescentou.
Química
O professor Pietro Escobar observou a boa escrita da prova de química e destacou a quantidade de assuntos diferentes abordados em apenas três questões.
“Tinha equilíbrio químico, pH, química orgânica, estequiometria, tabela periódica e química geral. Foi uma prova boa e não caiu eletroquímica, que é um assunto relativamente recorrente – só um mero detalhe sobre inox, mas, no geral, foi uma prova boa e muito bem feita mesmo”, disse.
Humanidades
Sarah Franciscangelis, professora de Humanidades, destacou que as questões da prova foram dentro do esperado.
“Em relação as questões de Humanidades, apareceram temas clássicos, como: Platão, Aristóteles, Escola de Frankfurt, reflexões sobre ética e a epistemologia, em Filosofia. E na parte de Sociologia, foi abordado o mito da democracia racial. Prova dentro do esperado”, disse.
História
O professor Marcus Vinícius de Morais disse que a prova trouxe temas clássicos de historiografia e que, no geral, os alunos tinham boas condições de acerto.
“A primeira questão, que dialogava com Arte, trouxe à tona a Pré-História, muitas vezes esquecida nos exames. A genealogia da Inglaterra como potência, o poder Moderador no Brasil e o movimento das “mães da Praça de Maio”, na Argentina, foram igualmente destaques”, declarou.
Biologia
Fabio Vilar, professor de biologia, disse que dentro do limite de três questões, a prova teve uma boa abrangência e os temas foram tratados na profundidade adequada para uma boa avaliação dos candidatos.
“As questões relacionadas à disciplina de Biologia da segunda fase da Unesp 2024 privilegiaram a fisiologia animal, abordando os sistemas nervoso e excretor. Zoologia, citologia e a biologia molecular não foram esquecidas, assim como genética e botânica. Dentro do limite de três questões, tivemos uma boa abrangência e os temas foram tratados na profundidade adequada para uma boa avaliação dos candidatos”, declarou.
Física
Márcio Miranda, professor de física do Curso e Colégio Oficina do Estudante disse que a prova do tema foi bastante abrangente em relação aos conteúdos.
“Tivemos uma primeira questão de mecânica, onde foram cobrados: queda livre, conservação de energia mecânica, dinâmica com a aplicação de forças e resultante. Uma segunda questão que trouxe conhecimentos de ondulatória, também, bastante abrangente ali, até na interpretação do fenômeno. E uma última questão que envolvia eletrostática, com carga de um corpo eletrizado, força e campo”, contou.
O professor também disse que a prova valorizou os candidatos e as candidatas que fizeram os trabalhos recomendados ao longo do ano.
“Não caiu nada fora do comum, tudo foi trabalhado em sala de aula e acho isso bem legal, porque isso valoriza aquele estudante que se empenhou e que trabalhou junto a nós”, concluiu.
Matemática
O professor Fabiano Lopes classificou a prova como bem feita e de nível médio.
“Na prova de Matemática da segunda fase da Unesp, tivemos três questões: a primeira delas abordou probabilidade geométrica – que é um tema já cobrado pela Unesp na primeira fase em 2019; já a segunda foi sobre geometria plana e espacial e, para encerrar, tivemos função trigonométrica e geometria analítica. Uma prova bem feita e de nível médio”, disse.
REVEJA VÍDEOS DA EPTV:
Veja mais notícias da região no g1 São Carlos e Araraquara.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.