Secretaria de Educação do Rio abre consulta pública sobre proibição total de celulares em escolas


Atualmente, os alunos podem usar os aparelhos nos intervalos ou em sala, para alguma atividade específica. A ideia é restringir em todo o horário escolar. Secretaria de Educação do Rio abre consulta pública sobre proibição total de celulares em escolas
A Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro começa, nesta segunda-feira (11), uma consulta pública sobre a proibição total dos telefones celulares nas escolas. Atualmente, os alunos podem usar os aparelhos nos intervalos ou em sala, para alguma atividade específica. A ideia da pasta é restringir em todo o horário escolar.
“Nós precisamos educar nossas crianças com novos hábitos e impor regras para o momento que estamos vivendo. O uso irrestrito, sem limites, de celulares, prejudica muito a concentração e, consequentemente, a aprendizagem. A escola tem que ser o centro da atenção”, afirmou o secretário municipal de Educação do Rio, Renan Ferreirinha.
Desde agosto, o uso do aparelho é proibido nas salas de aula do Rio de Janeiro. Eles só são permitidos com autorização dos professores, para serem usados como ferramenta de ensino.
Vários países já implementaram a medida. Na opinião de especialistas, o uso de telefone celular no ambiente escolar prejudica a aprendizagem, concentração e a saúde dos estudantes.
“A escola não é só para a aquisição de habilidades cognitivas, mas também para uma introdução à sociedade, para brincar, conversar e relacionar com outros jovens”, disse Claudia Costin, presidente do Instituto Singulares.
O pediatra Daniel Becker também destaca a importância do cuidado com a exposição das crianças e adolescentes aos celulares no horário escolar.
“Ele perturba o aprendizado, destrói a atenção da criança. Mesmo que ele esteja desligado, a criança perde a concentração com a presença do celular ali. E, obviamente, está envolvido também em cola, em bullying, e uma série de outros problemas que o celular pode provocar no aprendizado da criança”, afirmou o médico.
Algumas instituições privadas de ensino já adotaram a proibição total dos celulares.
Os interessados em participar do debate devem acessar o site da consulta pública até o dia 10 de janeiro.
Secretaria Municipal de Educação do Rio abriu consulta pública sobre a proibição total de celulares em escolas
Reprodução/ TV Globo
Adicionar aos favoritos o Link permanente.