Número de raios aumentou mais de 80% no Vale e região em 2022; confira os números por cidade


Levantamento é do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Região registrou 976 mil raios em 2022. Número de raios aumentou mais de 80% no Vale e região em 2022; confira os números por cidade
Léo Caldas
O número de raios aumentou 83% no Vale do Paraíba e região em 2022, segundo levantamento feito pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).
✅ Clique aqui para seguir o novo canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp
A região registrou 976 mil raios em 2022, número bem superior aos 533 mil registrados em 2021, ano anterior. Confira os números abaixo e, no fim da reportagem, os dados por cada cidade:
2021: 533.213
2022: 976.862
Variações: aumento de 83%
Em entrevista concedida ao g1 no fim de novembro, o coordenador do Elat, Osmar Pinto Júnior, disse que o aumento é observado em todo o país e que a tendência é que os números sigam em alta.
LEIA TAMBÉM:
Brasil registra mais de 800 mortes por raios em 10 anos
Ranking: São José é a cidade da região com maior incidência de raios desde 2021
O principal motivo são as mudanças climáticas.
“As ondas de calor, que têm sido muito frequentes nesse ano, influenciam muito. Durante a onda de calor, o tempo é seco e não chove. Mas depois dela, a condição fica muito favorável para tempestades. Temos notado um número muito grande de raios depois das ondas de calor”, explica.
Aquecimento global tem aumentado a quantidade de raios no Brasil; veja como se proteger
Números por cidade
Aparecida
2021: 4.574
2022: 8.165
Variação: aumento de 78%
Arapeí
2021: 3.964
2022: 13.960
Variação: aumento de 252%
Areias
2021: 8.599
2022: 8.165
Variação: aumento de 216%
Atibaia
2021: 15.485
2022: 25.123
Variação: aumento de 62%
Bananal
2021: 12.847
2022: 36.036
Variação: aumento de 180%
Bom Jesus dos Perdões
2021: 3.853
2022: 7.956
Variação: aumento de 106%
Bragança Paulista
2021: 11.048
2022: 32.476
Variação: aumento de 193%
Cachoeira Paulista
2021: 8.894
2022: 17.650
Variação: aumento de 98%
Campos do Jordão
2021: 3.656
2022: 12.543
Variação: aumento de 243%
Canas
2021: 1.885
2022: 2.542
Variação: aumento de 34%
Caraguatatuba
2021: 7.890
2022: 12.607
Variação: aumento de 59%
Caçapava
2021: 15.822
2022: 19.768
Variação: aumento de 24%
Cruzeiro
2021: 6.097
2022: 12.254
Variação: aumento de 100%
Cunha
2021: 27.195
2022: 54.007
Variação: aumento de 98%
Guaratinguetá
2021: 22.752
2022: 42.881
Variação: aumento de 88%
Igaratá
2021: 15.842
2022: 23.404
Variação: aumento de 47%
Ilhabela
2021: 7.024
2022: 5.536
Variação: queda de 21%
Jacareí
2021: 22.624
2022: 51.059
Variação: aumento de 125%
Jambeiro
2021: 9.089
2022: 11.826
Variação: aumento de 30%
Joanópolis
2021: 11.076
2022: 25.654
Variação: aumento de 131%
Lagoinha
2021: 7.445
2022: 17.036
Variação: aumento de 128%
Lavrinhas
2021: 4.228
2022: 7.135
Variação: aumento de 68%
Lorena
2021: 17.029
2022: 27.786
Variação: aumento de 63%
Monteiro Lobato
2021: 9.426
2022: 24.987
Variação: aumento de 165%
Natividade da Serra
2021: 15.835
2022: 32.919
Variação: aumento de 107%
Nazaré Paulista
2021: 12.700
2022: 20.423
Variação: aumento de 60%
Paraibuna
2021: 21.647
2022: 31.942
Variação: aumento de 47%
Pindamonhangaba
2021: 17.029
2022: 27.786
Variação: aumento de 63%
Piquete
2021: 5.272
2022: 6.699
Variação: aumento de 27%
Piracaia
2021: 17.220
2022: 22.329
Variação: aumento de 29%
Potim
2021: 804
2022: 1.740
Variação: aumento de 116%
Queluz
2021: 7.396
2022: 13.242
Variação: aumento de 79%
Redenção da Serra
2021: 10.654
2022: 13.009
Variação: aumento de 22%
Roseira
2021: 4.112
2022: 6.570
Variação: aumento de 59%
Santa Branca
2021: 13.116
2022: 27.333
Variação: aumento de 108%
Santo Antônio do Pinhal
2021: 1.953
2022: 5.659
Variação: aumento de 189%
São Bento do Sapucaí
2021: 2.423
2022: 9.836
Variação: aumento de 305%
São José do Barreiro
2021: 11.652
2022: 32.876
Variação: aumento de 182%
São José dos Campos
2021: 48.284
2022: 53.875
Variação: aumento de 11%
São Luiz do Paraitinga
2021: 10.360
2022: 21.463
Variação: aumento de 107%
São Sebastião
2021: 9.638
2022: 8.978
Variação: queda de 6%
Silveiras
2021: 14.119
2022: 39.858
Variação: aumento de 182%
Taubaté
2021: 22.394
2022: 39.188
Variação: aumento de 74%
Tremembé
2021: 6.305
2022: 9.600
Variação: aumento de 52%
Ubatuba
2021: 16.596
2022: 18.974
Variação: aumento de 14%
Vargem
2021: 3.365
2022: 9.697
Variação: aumento de 188%
Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina
Adicionar aos favoritos o Link permanente.