A 12 dias do verão, conheça os cinco municípios mais quentes de SC

a-12-dias-do-verao,-conheca-os-cinco-municipios-mais-quentes-de-sc

A 12 dias do verão, que vai iniciar em 22 de dezembro, cinco municípios de Santa Catarina promete termômetros nas alturas. O histórico das cidades na estação mais quente do ano mostram que a média da temperatura máxima variou de 30 a 31°C nesses locais.

Cinco cidades de SC são as consideradas mais quentes do verão

Cinco cidades são consideradas as mais quentes de SC – Foto: Freepik/Reprodução/ND

Um levantamento feito pela meteorologista Laura Guimaraes Rodrigues, da Epagri Ciram, aponta os locais em Santa Catarina que tiveram as médias máximas mais altas nos últimos anos e também os recordes de temperaturas máximas no Estado.

Para o levantamento, a meteorologista levou em consideração os dados coletados ao longo do tempo pela Epagri Ciram. Ela fez os cálculos e conseguiu apontar, com base nesses históricos, quais foram as maiores médias mensais de temperatura máxima registradas.

Cinco municípios de SC considerados mais quentes do verão

Conforme a especialista, os cinco municípios de SC considerados mais quentes de acordo com as maiores médias de temperaturas máximas são: Indaial, Blumenau, Itapiranga, Joinville e Florianópolis. A média da temperatura máxima variou de 30 a 31°C, nesses locais.

O levantamento de Laura também apontou quais são as regiões mais quentes do Estado. Segundo ela, são: Extremo-Oeste, Litoral e Vale do Itajaí. Além disso, a meteorologista destaca que os meses de janeiro e fevereiro são os considerados mais quentes da estação.

Média máxima é diferente de temperatura extrema

A meteorologista explica que para se ter uma noção dos locais mais quentes é preciso analisar as máximas registradas ao longo de uma série de tempo e fazer a média.

Contudo, Laura reforça que a média mensal de temperatura máxima é diferente de temperatura extrema, uma vez que a última leva em consideração somente o pico mais alto registrado em determinado tempo e lugar.

Por exemplo, segundo os dados históricos da Epagri Ciram, Orleans foi a cidade que registrou a maior temperatura máxima no território catarinense.  Por lá, os termômetros chegaram a 44,6°C, no dia 6 de janeiro de 1963. Pelos dados do órgão, esse é o recorde no Estado. “Chamamos de recorde absoluto”, explica a profissional, que conta que na época havia poucas estações de medição.

Ainda segundo a meteorologista, as temperaturas extremas podem acontecer no verão, mas também em “setembro, outubro e novembro, que não são meses com médias de temperaturas quentes”.

Municípios de SC que registraram 40°C ou mais

A meteorologista fez um levantamento das cidades que já registraram temperaturas extremas, iguais ou acima de 40°C. Segundo Laura, em Santa Catarina, esses extremos de temperatura máxima também vão aparecer nas regiões do Extremo-Oeste, Litoral e Vale do Itajaí.

No total, a meteorologista elencou 10 municípios que já registraram, ao longo do tempo, extremos acima de 40°C. São eles: Caibi; Jaraguá do Sul; Urussanga; Criciúma; Tubarão; Gravatal; Florianópolis; Joinville; Itapiranga e Orleans

” O município onde mais aparecem esses valores de 40°C ou mais é em Criciúma”, observa Laura. Por lá, segundo os dados apurados pela meteorologista, foram registradas temperaturas maiores de 40°C por 12 vezes ao longo do período analisado. Pelos dados apurados, no Natal de 2012, a máxima chegou a 43,8°C.

Locais que registraram temperaturas acima de 40°C na história de SC:

  • Orleans – 44,6°C, em 1ª de junho de 1963
  • Criciúma – 43,84°C, em 25 de dezembro de 2012
  • Jaraguá do Sul – 43,77°C, em 2 de outubro de 2020
  • Joinville – 42,89°C, em 2 de outubro de 2020
  • Urussanga – 42,2°C, em 1º de março de 1949
  • Caibi – 42,18°C, em 23 de janeiro de 2022
  • Itapiranga -42,11°C, em 23 de janeiro de 2022
  • Gravatal – 41,79°C , em 13 de outubro de 2019
  • Tubarão – 41,17°C , em 13 de outubro de 2019
  • Florianópolis -40,04°C, em 04 de fevereiro de 2010
Adicionar aos favoritos o Link permanente.