Saiba como doar leite humano em Sergipe


Segundo o Banco de Leite Humano Marly Sarney (BLH), diariamente é coletado apenas 25% do leite necessário para atender a crianças recém nascidas. Leite humano no Banco de Leite em Aracaju (SE)
ASN
O Banco de Leite Humano Marly Sarney (BLH) está com o estoque baixo. A informação foi divulgada pela direção da unidade nesta terça-feira (12). O banco funciona no Bairro José Conrado de Araújo, anexo ao Hospital da Criança, em Aracaju. O leite doado é pasteurizado e levado para alimentar os bebês prematuros internados na Unidade de Terapia Neonatal (Utin).
Segundo a responsável técnica do banco, a nutricionista Miriam Duarte, em média, há 50 doadoras, mas este número precisa aumentar.
“Diariamente a maternidade necessita de pelo menos dez litros. Só conseguimos 25% do que precisamos, mas mesmo assim os bebês da Utin, que são os recém-nascidos mais críticos, conseguem receber o leite humano pasteurizado. Mas estamos em busca de priorizar também o centro cirúrgico, para que todo bebê receba, na sua primeira hora de vida, o leite humano da mãe ou o de doação. Para isso, precisamos aumentar as doações”, falou.
Para doar, basta entrar em contato com o BLH por meio do número de telefone (79)3226-6301, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h e manifestar a intenção de colaborar ou comparecer na Rua Mato Grosso, s/n, bairro José Conrado de Araújo, em Aracaju (SE). O Banco de Leite tem serviço de ‘rota’, onde os profissionais do BLH vão buscar o leite semanalmente na residência, facilitando a vida da doadora que não precisa se deslocar até o BLH.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.