Obras de duplicação são concluídas em trecho da BR-101, em Silva Jardim, no RJ


Liberação do tráfego para os motoristas entre os quilômetros 215,7 e 217,9 ocorreu na manhã desta segunda-feira (11). Trecho margeia a Reserva Biológica de Poço das Antas. Trecho duplicado da BR-101 em Silva Jardim
Arteris Fluminense/Divulgação
Foram concluídas as obras de duplicação da BR-101, no trecho entre os quilômetros 215,7 e 217,9, em Silva Jardim (RJ) pela concessionária Arteris Fluminense.
A inauguração ocorreu na manhã desta segunda-feira (11), com a liberação do tráfego para os motoristas. O trecho duplicado margeia a Reserva Biológica de Poço das Antas.
Com esse novo segmento, a concessionária chega à marca de 128,3 quilômetros de novas pistas duplicadas entregues.
Sobre as obras
As obras em Silva Jardim começaram em março deste ano, com investimento de R$ 16 milhões. A conclusão ocorreu dentro do prazo estabelecido junto ao Governo Federal.
Trabalharam no local mais de 80 profissionais, com priorização de mão de obra local. A concessionária informou que tudo ocorreu dentro da normalidade e sem nenhum registro de acidente de trabalho no período.
“Desenvolver um trabalho de duplicação em um trecho utilizado diariamente por cerca de 20 mil veículos exige desafios de planejamento e cumprimentos das regras de ouro de segurança. Concluir essa entrega sem ocorrências com os profissionais envolvidos no trabalho reforça um dos principais valores da companhia que é a preservação da vida”, explica o Superintendente de Eficiência Operacional da Arteris, Cyro Lessa.
A obra integra o segundo termo aditivo ao contrato de concessão da via, assinado com a ANTT em 15 de junho de 2022. Além da ampliação do número de faixas de rolamento, separadas por canteiro central, gerando conforto e fluidez aos usuários.
“Essa é mais uma importante entrega da Arteris Fluminense com foco na segurança da rodovia que administra, além do desenvolvimento socioeconômico da região. As obras de duplicação modernizaram a BR-101 RJ/RJ nos últimos anos, garantindo melhores condições de segurança e trafegabilidade para os usuários”, comentou Landro Cruz, gerente de implantação e conserva da concessionária.
Redução de Acidentes
Desde o início da concessão, em 2008, a Arteris Fluminense investiu cerca de R$ 4,7 bilhões em obras, pavimentação, manutenção e operação com o objetivo de aumentar a segurança dos motoristas e contribuir com desenvolvimento regional ao Estado do Rio de Janeiro.
Os 128,3 quilômetros duplicados até então tiveram investimento de R$ 1,5 bilhão, contemplando trechos entre as cidades de Rio Bonito e Campos dos Goytacazes.
Com as ações houve redução de 56% no número de fatalidades na rodovia entre 2010 e 2020, superando, conforme explicou a concessionária, a meta global da Organização das Nações Unidas (ONU).
Em 2022, a Arteris Fluminense registrou 54 fatalidades, o menor número desde o início da concessão.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.