Taió prevê construção de 50 casas após decreto de calamidade pública 

taio-preve-construcao-de-50-casas-apos-decreto-de-calamidade-publica 

O secretário Nacional de Habitação, Hailton Madureira de Almeida, apresentou para o prefeito de Taió, Horst Alexandre, um novo programa do “Minha Casa Minha Vida” para os municípios que decretaram estado de calamidade pública, aberto para cadastramento no início do mês.

Projeto de lei busca construir residências destinadas para as famílias que tiveram seu imóvel condenado após as cheias 

Taió prevê construção de 50 casas após decreto de calamidade pública  – Foto: Prefeitura de Taió/Reprodução ND

Conforme a Prefeitura Municipal, toda documentação necessária foi reunida, sendo elaborada uma proposta e encaminhada para a Caixa Econômica, responsável por fiscalizar o programa.

A documentação técnica foi aprovada pelo órgão na última quinta-feira (7) e a proposta encaminhada ao Ministério das Cidades.

Projeto de lei busca construir residências destinadas para as famílias que tiveram seu imóvel condenado após as cheias  – Foto: Prefeitura de Taió/Reprodução ND

Taió busca construção de casas após enchentes

De acordo com o município, o objetivo do projeto é criar o Programa de Habitação Social de calamidade pública em Taió, viabilizando a construção de 50 residências destinadas para as famílias que tiveram seu imóvel condenado após as cheias registradas em outubro e novembro, ou que residiam em área de risco.

O projeto foi encaminhado ao Legislativo, onde passará por apreciação e aprovação da doação do local onde a construção das casas é prevista.

 

 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.