Influencer cobra R$ 80 mil para divulgar ‘Jogo do Tigrinho’, mas diz que não vai jogar: ‘Perco e fico frustrada’; OUÇA


Alvo de operação policial contra divulgação de jogos de azar, Verolayne tinha mais de 1 milhão de seguidores, mas conta no Instagram foi bloqueada por determinação da Justiça. Ela nega participação em esquema criminoso. Influenciadora pede em áudio R$ 80 mil para simular aposta no ‘Jogo do Tigrinho’
A Polícia Civil teve acesso a um áudio em que a influencer Verolayne, com mais de 1 milhão de seguidores nas redes sociais, cobra R$ 80 mil para divulgar o ‘”Jogo do Tigrinho” no seu perfil, mas com uma condição, ela não quer jogar, apenas simular a aposta. A gravação faz parte das investigações que resultaram na Operação Game Over, realizada nesta segunda-feira (17) em Alagoas (ouça acima).
No áudio, Verolayne deixa claro que quer uma conta “demo” para não correr o risco de perder dinheiro apostando em uma conta comum para jogadores. O inquérito policial investiga se a prática se enquadra no crime de estelionato.
“Ao invés de eu sacar, vou jogar, perco, aí boto meu dinheiro, perco e fico frustrada, com crise de ansiedade. Não quero ter vínculo, não quero nem abrir conta. Isso está me criando muito ansiedade”, disse a influencer em trecho do áudio.
O g1 tentou contato com Verolayne, mas não tinha conseguido até a última atualização desta reportagem. Após o cumprimento de mandado de busca e apreensão, Verolayne divulgou um vídeo em suas redes sociais em que nega participação no esquema.
“Eu não tenho nada a esconder e nem devo nada não. Eu estou aqui para colaborar, então vai aparecer um monte de conversa, um monte de coisa distorcida. O tempo é o melhor remédio. Aguardem! Vocês, que gostam de mim, que acreditam em mim, aguardem. Tá bom?”‘, afirmou no vídeo divulgado nas redes sociais.
Verolayne também negou que usava conta “demo” para enganar os seguidores. Ela afirmou que deixava claro para os seguidores quando utilizava esse tipo de conta.
“Conta demo, minha gente, é uma conta demonstração. É uma conta que tem dinheiro para a gente ensinar. Eu usei muita conta demo. Eu já usei conta demo para ensinar vocês jogar”, disse.
“Usar conta demo é crime. Cai no crime de estelionato, porque é uma pessoa que está usando uma conta, mentindo, dizendo que ganhou sem ter ganho. Só que eu não faço isso, porque quando eu usei, eu avisei. Eu não engano vocês”, afirmou no vídeo.
Contudo, no áudio que compõe o inquérito policial, a influenciadora diz quanto cobra para fazer a divulgação e ainda admite que já teve prejuízos ao jogar nessas plataformas de aposta.
“Estou cobrando R$ 80 mil por cinco dias com o link deles, se for fechar é isso. Não baixo nenhum centavo. Eles me dão uma conta demo porque eu peço pra menina jogar. Não estou nem querendo jogar, tive um prejuízo essa semana”, afirmou.
Verolayne aparece em áudio gravado cobrando R$ 80 mil para simular que joga no Tigrinho
Reprodução/Arquivo pessoal
Na última sexta-feira (14), a Polícia Civil esteve na casa da influenciadora para cumprir um mandado de busca e apreensão. Ela teve carros, joias, dinheiro e celulares apreendidos, além da conta no Instagram bloqueada por ordem da Justiça. Depois disso, Verolayne criou uma nova conta, onde fez os posts se defendendo das acusações.
Outra fase da operação foi cumprida nesta segunda (17) na casa de outros influenciadores com apreensão de carros de luxo como Ferrari, Porsche e Volvo. As investigações da Game Over começaram há oito meses.
LEIA TAMBÉM
Mulher diz que família perdeu mais de R$ 400 mil em ‘jogo do tigrinho’ em Maceió: ‘Não sei como vou continuar a viver’
O delegado Lucimério Campos, responsável pelo inquérito, explica por qual crime os investigados podem ser indiciados.
“Essa é uma prática disseminada hoje no Brasil e que muitos influenciadores alagoanos estavam cometendo crime de estelionato ao incentivar seus seguidores a praticar esse tipo de jogo que tem trazido uma verdadeira ruína nas finanças das pessoas”, disse o delegado Lucimério Campos.
O que é o “jogo do tigrinho”?
Bets que oferecem o jogo do Tigrinho em suas plataformas
Reprodução
O “Jogo do Tigrinho” é um cassino online famoso que promete ganhos fabulosos. Na prática, o objetivo dele é que o jogador faça uma combinação de três figuras iguais nas três fileiras que aparecem na tela.
Por ir contra a Lei de Contravenções Penais – que considera crime os jogos de azar em que o ganho ou a perda dependem da sorte – o jogo é considerado ilegal.
No Brasil, o “Fortune Tiger” ficou famoso principalmente devido à extensa campanha que incluiu muitos influenciadores digitais e jogadores que compartilham suas táticas para se dar bem.
Delegados dão detalhes da operação Game Over
Veja os vídeos mais recentes do g1 AL
Confira outras notícias da região no g1 AL
Adicionar aos favoritos o Link permanente.