Araucária inicia aplicação da segunda dose de reforço da bivalente


De acordo com o Ministério da Saúde, essa vacina é destinada a maiores de 60 anos e imunocomprometidos. Na última sexta-feira, 08 de dezembro, Araucária deu início à aplicação da segunda dose de reforço da vacina bivalente contra a Covid-19 para pessoas com 60 anos ou mais e imunocomprometidos, acima de 12 anos de idade. Para fazer essa vacina é necessário ter recebido a última dose há mais de 6 meses.
A medida é uma resposta às recomendações dos órgãos de saúde, que buscam fortalecer a imunização da população mais vulnerável e suscetível à gravidade da doença. A vacina bivalente, eficaz contra variantes da doença, tem se mostrado uma ferramenta crucial na luta contra a disseminação do vírus.
Quem deve buscar a segunda dose de reforço?
A segunda dose de reforço está direcionada exclusivamente a dois grupos específicos:
Idosos com 60 anos ou mais: Para aqueles que receberam a última dose da vacina bivalente há mais de 6 meses, a recomendação é buscar a imunização adicional.
Imunocomprometidos com 12 anos ou mais: Indivíduos com condições de saúde que comprometem o sistema imunológico, e que tenham recebido a última dose da vacina bivalente há mais de 6 meses, também estão incluídos nesse grupo prioritário.
Locais e documentos necessários
A vacinação estará disponível em todas as unidades de saúde do município, de segunda a sexta-feira, durante o horário de funcionamento das salas de vacinação. É imprescindível que os indivíduos elegíveis levem consigo documentos pessoais e a caderneta de vacinação para garantir a correta verificação do histórico vacinal.
Compromisso com a Saúde Pública
Araucária reforça seu compromisso com a saúde pública ao seguir as orientações das autoridades de saúde, proporcionando à população acesso adequado às doses de reforço, o que contribui significativamente para o controle da disseminação do coronavírus e a proteção da comunidade.
#pratodosverem: a imagem da notícia mostra uma profissional de saúde segurando uma seringa com a vacina contra a covid
Adicionar aos favoritos o Link permanente.