VÍDEO: Vereador é baleado por PM e preso por porte irregular de arma


José Devalmir dos Santos (PDT) foi atingido por dois tiros durante uma ocorrência. Caso ocorreu em Santana do Itararé, no norte pioneiro do Paraná. Defesa do parlamentar disse que ‘houve excesso’ da força policial. Vereador é baleado e preso em Santana do Itararé
O vereador e presidente da Câmara Municipal de Santana do Itararé, no norte pioneiro do Paraná, José Devalmir dos Santos (PDT), foi baleado por policiais militares durante uma ocorrência em frente à casa onde mora com a família. Assista ao vídeo acima.
O caso ocorreu na sexta-feira (8), mas as informações da Polícia Civil foram divulgadas nesta segunda-feira (11). Tudo aconteceu durante um desentendimento entre o vereador e o ex-genro.
Nesta segunda-feira (11), o vereador está hospitalizado e, de acordo com o delegado responsável pela investigação, será preso quando receber alta.
✅ Siga o canal do g1 PR no WhatsApp
✅ Siga o canal do g1 PR no Telegram
Vereador e presidente da câmera de Santana do Itararé José Devalmir dos Santos (PDT)
Câmara Municipal/ reprodução
Como o vereador foi baleado
Conforme a investigação, o vereador estava discutindo com o ex-genro na rua, quando dois agentes chegaram em uma viatura.
Duas câmeras de segurança registraram a confusão. É possível ver um grupo de pessoas na rua, quando a viatura se aproxima. Os policiais descem do carro, e o vereador corre. Segundo depois, ele cai no chão baleado.
O delegado Huarlei Chaves afirmou que os militares pediram para o parlamentar abaixar a arma, mas, segundo a polícia, ele não obedeceu e foi necessário fazer os disparos.
“Foi dada a determinação para largar a arma que não foi obedecida. O sujeito continuou apontando a arma para a vítima e, então, o policial militar precisou fazer os disparos”, disse o delegado responsável pelo caso Huarlei Augusto de Oliveira Chaves.
Vereador é baleado por PM durante ocorrência e preso por porte irregular de arma de fogo
Reprodução
Leia também:
TERROR: Jovem esfaqueada por stalker e que teve amigos mortos fala pela primeira vez: ‘Segurei a faca dele’
OPORTUNIDADE: UEM anuncia PSS para contratação de professores temporários com salários de até R$ 9 mil
LUTO: Jogador de futebol morre após ser atingido por raio no Paraná; quatro ficaram feridos; VÍDEO
O que diz a defesa do vereador
Em nota, a defesa de José Devalmir dos Santos afirmou que ele “estava em defesa da filha, que estava sofrendo ameaças e violência doméstica do ex-genro” e chamou a PM.
Disse ainda que o vereador utilizou a arma porque o ex-genro usou o capacete para agredi-lo. O advogado afirmou ainda que o cliente não apontou em nenhum momento a arma e que “houve excesso” de força policial.
Segundo o advogado, os agentes desceram da viatura atirando contra o vereador.
A assessoria do legislativo informou que avalia a situação e “repudia” a ação dos policiais.
Vereador hospitalizado
José foi atingido no tórax e no abdome. O Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionado e o encaminhou para o hospital do município. Na ocasião, o estado de saúde era considerado grave.
No mesmo dia o vereador, foi transferido para hospital de Jacarezinho, onde realizou uma cirurgia e passa bem. Assim que receber alta, será encaminhado a delegacia.
Prisão preventiva
Segundo o delegado, o parlamentar foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e por vias de fato.
“Ele teve a sua prisão em flagrante convertida em prisão preventiva pelo Judiciário e agora vamos apurar melhor essa situação”, finalizou.
Vereador é baleado por PM durante ocorrência e preso por porte irregular de arma de fogo
Reprodução
Mais assistidos do g1 PR

Leia mais em g1 Norte e Noroeste.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.