Serra do Tabuleiro tem o 2º incêndio horas após o primeiro queimar 200 hectares

serra-do-tabuleiro-tem-o-2o-incendio-horas-apos-o-primeiro-queimar-200-hectares

A Serra do Tabuleiro, em Palhoça, voltou a registrar um incêndio na tarde desta terça-feira (26). Apesar do fogo já ter sido controlado, incêndio ocorre horas depois de chamas terem queimado o equivalente a 185 campos de futebol de mata no local.

Serra do Tabuleiro tem o 2º incêndio

Segundo incêndio ocorreu no início da noite desta terça e foi controlado rapidamente – Foto: CBMSC/Divulgação/ND

O CBMSC (Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina) foi acionado por volta de 19h30 para apagar o incêndio, e 15 minutos depois, informou que o fogo havia sido controlado.

Apesar de pequeno, se trata do segundo incêndio no local. Na manhã desta terça, bombeiros conseguiram controlar o fogo que destruiu cerca de 200 hectares de mata da Serra do Tabuleiro, após 21h de combate ao incêndio.

A área destruída na primeira ocorrência, que começou na manhã de segunda-feira (25), é equivalente a 185 campos de futebol.


Após dois dias, incêndio é extinto na Serra do Tabuleiro, em Santa Catarina – Vídeo: Corpo de Bombeiros/Divulgação/ND

Polícia investiga possíveis autores de incêndio na Serra do Tabuleiro

O incêndio que atingiu 200 hectares de mata na Serra do Tabuleiro, em Palhoça, é investigado pela Polícia Civil e possui “fortes indícios” de ter sido criminoso. É o que acredita o coordenador do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, onde se concentrou o fogo, Marcos Maes.

Segundo ele, que também é biólogo do IMA (Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina), o incêndio pode ter relação com o trabalho de preservação realizado pelo parque, considerado hoje a maior unidade de conservação do Estado.

“Estamos trabalhando diretamente com a Polícia Civil para fazer a investigação desses elementos e encontrar quem tenha realizado. Acreditamos fortemente que seja um incêndio criminoso”, afirmou o biólogo ao ND+.

Em nota, a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Palhoça e da Diretoria Estadual de Investigações Criminais, comunicou que está atuando no caso para apurar a causa do incêndio e quem foram os possíveis autores.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.