Praia Grande, SP, desenvolve ‘armadilha’ para capturar o mosquito Aedes Aegypti; entenda


Divisão de Saúde Ambiental da Secretaria de Saúde Pública da cidade instalou ‘iscas’ que serão monitoradas quinzenalmente com o objetivo de descobrir quais capturaram mais mosquitos. Divisão de Saúde Ambiental da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) do município
Divulgação/Prefeitura de Praia Grande
A Prefeitura de Praia Grande, no litoral de São Paulo, anunciou o desenvolvimento de estudos com ‘armadilhas’ para capturar o mosquito Aedes Aegypti [transmissor da dengue, zika e chikungunya]. Segundo o município, tratam-se de ‘ovitrampras’ as armadilhas que simulam o ambiente para a procriação da espécie com ‘baldes’ para as fêmeas depositarem os ovos, que acabam incinerados.
✅ Clique aqui para seguir o novo canal do g1 Santos no WhatsApp.
Segundo a Divisão de Saúde Ambiental da Secretaria de Saúde Pública (Sesap), a partir das ‘armadilhas’ os agentes de endemias conseguirão observar, de maneira mais rápida e eficiente, a quantidade de mosquitos em determinadas regiões. Desta forma, serão aceleradas as ações de combate ao inseto.
De acordo com o município, o equipamento ficará no local por um determinado período, sendo enviado na sequência a um laboratório de Entomologia com o objetivo de fazer a contagem dos ovos. A partir da quantidade registrada, ainda segundo a prefeitura, será possível afirmar se há fêmeas nos arredores da ‘armadilha’, gerando assim novas medidas de controle.
Conforme divulgado pela administração municipal, uma equipe realizou um projeto-piloto para testar o projeto em pontos estratégicos [ferro velho, borracharia, locais de reciclagem] do município. Os profissionais de Saúde Ambiental passaram por um treinamento durante uma semana para manipularem a armadilha e analisarem os resultados.
Segundo a Diretoria da Divisão de Saúde Ambiental, foram instaladas três iscas, que serão monitoradas quinzenalmente para saber quais delas capturaram mais mosquitos. Ainda de acordo com o órgão, a ideia é colocar a armadilha em todos os pontos estratégicos da cidade, o que vai ajudar a nortear as ações e aprimorar o serviço.
Outras ações
Conforme divulgado pela prefeitura, a Divisão de Saúde Ambiental também intensificou as ações de prevenção em toda a cidade para a temporada de verão.
As equipes especializadas realizam visitas nas residências, bloqueio de criadouros de mosquitos, intervenção em cemitérios, desmanche de veículos e borracharias, ainda de acordo com o município.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos
Adicionar aos favoritos o Link permanente.